Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Uma oração de agradecimento, pela graça e pelo amor

Imagem
Senhor Deus, eu te louvo.

Graças te dou e louvores te rendo, não porque me deu, mas porque me permitiu.


Como te amo, como sou grato a tudo que tem feito em minha vida. A tua presença me enche de amor, de paz, de sentimento, de humanidade. 


Nunca me desamparou, mesmo nos momentos de orgulho, fraqueza e dor, sentou ao meu lado e me ouviu. Como me ama, mesmo eu sendo tão falho.


A tua luz me guia, ilumina meus passos, meus dias, meus projetos e sem você eu nada sou.


É na fraqueza que me encontra, nela me toca e me ensina. A tua presença sacia minha alma e por isso sou grato.


Eu te louvo porque é bom e a tua bondade dura para todo o sempre, contigo eu posso ser mais, mais de eu mesmo, sem medo de ser quem você me fez. Sou tua obra e como obra, rendo toda honra a você. Não brilho eu, mas resplandeço o brilho de teu trabalho, de teus projetos.


Descubro quem eu sou quando escuto a tua voz e entendo que tua graça me basta.


Não sou merecedor de tamanho amor e tamanha proteção, mas não vê assim, me faz …

Um texto prepotente sobre uma mente que não para

Imagem
Esse é um texto prepotente, medíocre, individualista, nada direto e sem encaminhamentos. Se isso te interessa, podemos seguir juntos.
Minha mente borbulha, a todo momento, ela se movimenta em uma constância que me faz ficar preocupado com uma possível loucura futura. Nada para, quando quero que pare, não para. Como fruto disso eu preciso conviver com uma indesejável ansiedade. Parece que as coisas não param, mas não chegam aonde deveriam chegar.
Eu espero. Mentira, eu ajo. Rotineiramente eu estou tomando algumas rédeas, decidindo, abrindo-me, mostrando-me, fazendo com que as coisas aconteçam. Sabe aquele trem que solta o vapor do fogo que o movimenta? Eu me sinto como esse trem, sem soltar o vapor, por vezes ele dá uma fugida pelas brechas entre os parafusos e o ferro que me constituem, mas nem sempre isso é intencional. Espera, é intencional sim. Pelo menos é um desejo meu: que o vapor saia e eu caminhe livre do que eu não preciso carregar.
Por vezes, eu saio dos trilhos e isso não é in…