Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Refletindo sobre questões de gênero dentro do secretariado: inquietações

Imagem
Durante muito tempo, escolhemos não tocar em algumas questões bem polêmicas ligadas ao nosso exercício profissional. Penso que isso seja uma questão histórica mesmo, talvez até cultural, evitamos como sociedade brasileira falar da época de escravidão no Brasil, não nos sentimos confortáveis ao falar do genocídio da população indígena, bem como da juventude negra das periferias, falar sobre ditadura “é pesado demais”, logo evitamos também. Já o machismo, a misoginia e o sexismo são pautas que ainda teimamos em não tocar. São assuntos que incomodam, isso porque não conseguimos conceber que cenários de violência existiram e mataram muitos. Existiram, e não podemos mudar o passado. Podemos mudar o futuro, mas para isso é importante que tenhamos consciência histórica, não dá para ignorar tudo que já aconteceu e achar que isso não influenciou na sociedade que temos hoje, chega a beirar a desumanidade acreditar nisso.
Pensar em secretariado é pensar em uma profissão exercida majoritariamente…