Postagens

Refletindo sobre questões de gênero dentro do secretariado: inquietações

Imagem
Durante muito tempo, escolhemos não tocar em algumas questões bem polêmicas ligadas ao nosso exercício profissional. Penso que isso seja uma questão histórica mesmo, talvez até cultural, evitamos como sociedade brasileira falar da época de escravidão no Brasil, não nos sentimos confortáveis ao falar do genocídio da população indígena, bem como da juventude negra das periferias, falar sobre ditadura “é pesado demais”, logo evitamos também. Já o machismo, a misoginia e o sexismo são pautas que ainda teimamos em não tocar. São assuntos que incomodam, isso porque não conseguimos conceber que cenários de violência existiram e mataram muitos. Existiram, e não podemos mudar o passado. Podemos mudar o futuro, mas para isso é importante que tenhamos consciência histórica, não dá para ignorar tudo que já aconteceu e achar que isso não influenciou na sociedade que temos hoje, chega a beirar a desumanidade acreditar nisso.
Pensar em secretariado é pensar em uma profissão exercida majoritariamente…

Organização de eventos: a mais completa ferramenta pedagógica na docência em secretariado

Imagem
Fotografia de Alberto Seveso
Vamos pensar a formação em secretariado como um processo sistêmico de constituição de um profissional polivalente, multifuncional e humanizado. Para que alcancemos essa formação, a/o docente em secretariado utiliza uma série de mediações, ferramentas e métodos pedagógicos. Esses métodos são como se fossem um norte que direcionam o fazimento em sala de aula. A escolha do método se faz articulada ao processo de reflexão de que profissional desejo formar, qual é o perfil da/o egressa/o, quais são as demandas do mundo do trabalho e as de cunho social. Se desejo formar um/a profissional crítico/a, é necessário que eu trabalhe com instrumentos que permitam o desenvolvimento dessa criticidade. Não dá para esperar resultados humanos, com práticas e métodos estritamente técnicos. Nesse sentido, a docência em secretariado tem a missão de não somente formar para a profissão, mas para o mundo. A atuação em sala de aula exige da/o docente uma postura crítica e responsáv…

Dia Internacional da/o Profissional de Secretariado: mais que um dia de festa, um dia de luta

Imagem
Hoje, dia 25, a última quarta-feira da semana cheia de abril, é considerado o Dia Internacional da/o Profissional de Secretariado. E estou feliz por fazer parte do grupo profissional dessa área que é tão linda.
Ao tempo em que me alegro com mais um ano de comemoração pela existência do secretariado em nível internacional, mantenho-me reflexivo acerca de alguns paradigmas que ainda tentam nos inferiorizar profissionalmente. Reflito sobre eles constantemente, para não cair no erro de deixar passar e/ou me silenciar perante ao cenário atual. 
Vários avanços aconteceram nos últimos anos, vejo várias/os profissionais de secretariado ocupando cargos e postos não imaginados no século passado, vejo secretárias/os sendo gestoras/es e ocupando cargos de direção. Quando me proponho a refletir sobre nosso campo de atuação, idealizo e defendo que essas vagas de gestão sejam possibilidades concretas para todas/os as/os profissionais que se identificam com elas, sem distinção de nenhum tipo. 
Hoje, rea…

A competência assessorial: habilidades e conhecimentos em movimento constante

Imagem
Um debate importante a ser levantado dentro do secretariado é aquele que direciona para a compreensão do fazimento profissional diário, sabendo pontuar, questionar e refletir as nossas competência e habilidades. 
Nos outros textos, comento que não somos uma ciência, o que não direciona para a não reflexão de nossa ação cotidiana. Além disso, comento que somos assessoras/es executivas/os, dotadas/os de conhecimentos específicos do exercício assessorial. Não obstante, ainda afirmo que sofremos alguns paradigmas negativos que nos impedem, em grande medida, de ocuparmos postos maiores dentro das organizações. Apresento também o motivo pelo qual as técnicas secretariais são mais avançadas que as rotinas administrativas, no que se refere à prática diária dentro do escritório.
Somos sim profissionais de excelência. Ao colocar isso, afirmo que temos uma formação excelente. Formação essa que permeia diversas áreas do conhecimento e nos permite a visão do todo organizacional. Em uma era de hiper …

Tem horas que a gente ora, pede, geme e chora

Imagem
Ano passado foi um ano bem louco em minha vida. Foi um ano importante para curar algumas feridas, tentar me encontrar, pensar em projetos futuros e descobrir qual é a minha grande missão nessa terra. Dizem que isso acontece com mulheres quando chegam aos 30 anos e com homens quando chegam aos 50 anos. Acho que chegou mais cedo aqui. As coisas aconteceram e foram se ajeitando, pelo menos era o que eu achava. No meio do ano, fantasmas do passado decidiram voltar. Sabe aquela maçã podre que você decide deixar embaixo do tapete ao invés de enfrentá-la? Pois então, por tempos eu deixei ela lá, não queria visitá-la e nem pensar sobre. Ela decidiu reaparecer e veio com força. Eu dei força a ela, eu intensifiquei o valor do que ela falava para mim. Na vida, várias coisas acontecem e todas, absolutamente todas, acontecem com o objetivo de nos ajudar a evoluir como pessoas e como seres espirituais. Nada acontece por acaso, isso é um fato que nós não conseguiremos mudar. Nesse sentido, você pode …

Secretariado X Assessoria: uma breve reflexão sobre a nomenclatura da profissão

Imagem
Escrever sobre a gente é sempre um grande desafio. Primeiro, exige um cuidado para não fantasiar demais aquilo que se vive, e segundo nos exige uma postura verdadeira com nós mesmos, enfrentar nossas questões e visitar temas que evitamos tocar. Não é uma tarefa fácil. E visitar nossa formação e atuação profissional é encarar isso tudo também.
Nestes últimos tempos, em que tenho me dedicado a refletir sobre o secretariado, tenho me permitido questionar muitas coisas e assim tentar entender melhor esse fenômeno chamado “exercício secretarial”. Já temos algumas ideias postuladas: somos uma área de excelência; temos uma formação interdisciplinar e multifuncional; somos únicas/os em nossa atuação; temos a nossa disposição uma série de conhecimentos de outras áreas, científicas ou não, que conseguimos utilizá-los de forma assertiva em nosso exercício diário; e além disso tudo, somos adaptáveis, humanos e estratégicos. Isso tudo forma a/o profissional de secretariado.
Mas ao mesmo tempo em q…

Para uma concepção crítica das técnicas secretariais: quando o exercício profissional vai além das rotinas administrativas

Imagem
Por Jefferson Sampaio de Moura
Começo o texto de hoje levantando dois grandes pontos que precisam fazer parte do nosso discurso quando falamos de um senso crítico epistemológico em secretariado. Primeiro, a excelência do secretariado não está ligada ao fato de ser ou não uma ciência. Tivemos alguns teóricos tentando escrever sobre uma ciência secretarial, esses por sua vez não obtiveram tanto sucesso, nem tanto apoio. Penso que a profissão vai além disso, utilizamos constantemente, saberes e conhecimentos de outras áreas no nosso fazimento diário. Materializamos a interdisciplinaridade e a articulação intencional e estratégica de ciências específicas. Sabe-se da heterogeneidade dos perfis das empresas, em umas lhe são exigidas tais habilidades, em outras são exigidas outras e assim vai. Cada empresa acaba se tornando um mundo específico, logo algumas funções são desempenhadas de modo peculiar, dificultando assim a catalogação e padronização de algumas atividades e exercícios. Conhecer …